Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE GOVERNO
Para DENÚNCIAS e ORIENTAÇÕES ligue para 151 e o horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.

EDUCAÇÃO
PARA O CONSUMO

Saiba o que determina o Código de Defesa do Consumidor e aprenda a usar os seus direitos.
ENTENDA MAIS

Veja como o PROCON orienta de maneira simples e clara o consumidor, antes de realizar as compras ou adquirir serviços.
VER DICAS

Conheça o Código de Defesa do Consumidor (Português, English, Español).
MAIS INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS

Procon-RJ descarta 385kg de alimentos impróprios em Araruama e Cabo Frio

08.06.2017 - 17:28
site_1496953676.47.jpg

O Procon Estadual realizou, nesta quinta-feira (08/06), uma nova etapa da Operação Secos e Molhados, que, desta vez, vistoriou supermercados nas cidades de Araruama e Cabo Frio, na Região dos Lagos. Foram fiscalizados quatro supermercados - dois em cada cidade - e todos eles foram autuados. Os fiscais descartaram 385kg e 380g de alimentos impróprios para o consumo.

Apenas em um deles - o supermercado Econômico, localizado na Rodovia Amaral Peixoto, 90.451, Araruama - os fiscais descartaram 259kg e 300g de alimentos impróprios para o consumo. Entre eles havia 24kg de bacalhau e 168kg de salgados diversos que estavam na área de vendas em contato direto com o consumidor e sem proteção contra insetos. Além disso, foram descartados produtos sem especificação da validade na câmara de laticínios e câmara de resfriados.

Na filial do Princesa, localizado na Rua Conselheiro Macedo Soares, 93, Araruama, os fiscais detectaram diversos problemas estruturais nas câmaras: portas enferrujadas e com bolor, ralos sem vedação, pisos quebrados e prateleiras enferrujadas, entre outros problemas. O estabelecimento não apresentou aos fiscais o seu alvará de funcionamento, nem os certificados do Corpo de Bombeiros, de potabilidade da água e de dedetização, além do exemplar do Código de Defesa do Consumidor. Os fiscais deram o prazo de 15 dias para sanar estas irregularidades, sob pena de interdição.

No Extra, localizado na Rua Teixeira de Souza, 1.601, Cabo Frio, foram descartados, entre outros, 27kg de salgados diversos por estarem sem especificação do prazo de validade na câmara de resfriados. Além disso, 18kg de produtos vencidos também foram encontrados na câmara de resfriados e na câmara de congelados. Já na filial do Econômico, localizado na Rua Bento José Ribeiro, 55, também em Cabo Frio, 6kg e 800g de produtos sem especificação foram encontrados na câmara de laticínios e 7kg e 320g de produtos vencidos na câmara de congelados. Nestes dois estabelecimentos a fiscalização também encontrou problemas estruturais e outras irregularidades em várias de suas câmaras de armazenamento de alimentos: equipamentos enferrujados, poças no chão, pisos quebrados, etc.

Balanço da Operação Secos e Molhados

1 – Econômico (Rodovia Amaral Peixoto, 90.451, Araruama): Produtos na área de vendas à disposição de contato direto com o consumidor e sem proteção contra vetores: 168kg de salgados diversos, 24kg de bacalhau, 21kg e 800g de carré, 8kg e 300g de linguiça calabresa e 15kg e 100g de linguiça. Produtos sem especificação na câmara de laticínios: 4kg de champignon fatiado, 3kg e 600g de cebolinha cristal, 2kg de cogumelo inteiro, 2kg de tomate seco, 1kg e 200g de tremoços, 900g de blanquet e 800g de mini milho. Produtos sem especificação na câmara de resfriados: 10kg e 200g de toucinho e 4kg de carne moída. Na câmara de laticínios havia 2kg e 400g de queijo gouda vencido.

2 – Princesa (Rua Conselheiro Macedo Soares, 93, Araruama): Câmara de laticínios com a porta enferrujada e com bolor, ralo sem vedação, prateleiras enferrujadas, sistema de refrigeração enferrujado e com bolor. Câmara de congelados com a porta enferrujada e com bolor, ralo sem vedação e piso quebrado. Área de estoque onde se encontrava o hortifruti apresentava sujeira, mofo e infiltração. Prateleiras enferrujadas e piso quebrado na área de manipulação. Área de manipulação de pão com ladrilho da parede quebrado. Lixeira sem pedal na área de estoque seco. 19kg e 760g de doce mal armazenado. 32kg e 600g de carré sem proteção contra vetores. Ausência do alvará de funcionamento, certificado do Corpo de Bombeiros, certificado de potabilidade da água, certificado de dedetização e exemplar do Código de Defesa do Consumidor. Dado o prazo de 15 dias para sanar as irregularidades, sob pena de interdição.

3 – Extra (Rua Teixeira de Souza, 1.601, Cabo Frio): Produtos sem especificação na câmara de resfriados: 27kg e 400g de salgados diversos, 10kg de orelha, 3kg e 200g de coração de frango e 1kg de gema de ovo. Produtos vencidos na câmara de resfriados: 10kg e 700g de barriga e 4kg e 200g de leite condensado. Produtos vencidos na câmara de congelados: 1kg e 700g de fígado e 1kg e 400g de camarão cinza. Na câmara de açougue havia piso quebrado, porta e cano no interior da câmara enferrujado e apresentando bolor, entrada da câmara com buraco, ventilador com grade enferrujada e chão sujo. Câmara congelada de laticínios com porta enferrujada, piso quebrado e ralo sem proteção. Câmara resfriada de laticínios com chão rugoso com poças e ralo sem proteção. Câmara de verduras com porta enferrujada e ralo sem proteção. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros e Livro de Reclamações não autenticado.

4 – Econômico (Rua Bento José Ribeiro, 55, Cabo Frio): Produtos sem especificação na câmara de laticínios: 3kg e 800h de linguiça de frango, 1kg e 600g de tremoços e 1kg e 400g de azeitona sem caroço. Produtos vencidos na câmara de congelados: 12 pacotes (460g cada) de pizza calabresa e 6 pacotes (300g cada) de pão de alho. Câmara de resfriados com parede de ladrilhos com buraco, grade de ventilador e prateleira com ferrugem e piso quebrado. Câmara de congelados com piso quebrado e prateleira enferrujada. Câmara de laticínios com portal enferrujado e poça no chão. Câmara da padaria com piso quebrado e porta enferrujada. Ausência do certificado de potabilidade da água.
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil