Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE GOVERNO
Para DENÚNCIAS e ORIENTAÇÕES ligue para 151 e o horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.

EDUCAÇÃO
PARA O CONSUMO

Saiba o que determina o Código de Defesa do Consumidor e aprenda a usar os seus direitos.
ENTENDA MAIS

Veja como o PROCON orienta de maneira simples e clara o consumidor, antes de realizar as compras ou adquirir serviços.
VER DICAS

Conheça o Código de Defesa do Consumidor (Português, English, Español).
MAIS INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS

Procon Estadual autua 15 agências bancárias nas zonas Norte e Sul do Rio nesta quarta-feira

04.10.2017 - 17:59
site2_1507150842.93.jpg

Todas as 15 agências bancárias fiscalizadas nesta quarta-feira (04/10) pelo Procon Estadual foram autuadas, em uma nova etapa da Operação Tio Patinhas. Elas ficam localizadas nos bairros de Ipanema e Copacabana, Zona Sul do Rio, e Méier, na Zona Norte.

Entre as irregularidades mais encontradas pelos fiscais estão a não aceitação do pagamento de contas de consumo público (como água e energia), constatada em 12 agências, e a não autenticação de boletos no próprio documento, verificada em 11 estabelecimentos vistoriados.

Em quatro agências, o tempo de espera na fila superava o tempo estabelecido por lei, de 15 minutos nos dias normais. No Banco do Brasil da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1.274, os clientes chegavam a esperar 37 minutos pelo atendimento. Já no Banco do Brasil da Rua Dias da Cruz, 40, Méier, a fila estava na altura da porta giratória.

A Lei 4.223/2003, que determina que os bancos tenham pelo menos 15 assentos preferenciais para maiores de 60 anos, gestantes, deficientes e pessoas com criança de colo, estava sendo desrespeitada no Itaú da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1.145 e no Itaú Personnalité localizado na Rua Dias da Cruz, 444, Méier.

 

Balanço da Operação Tio Patinhas:

1 - Caixa Econômica Federal (Rua Visconde de Pirajá, 357, loja A, Ipanema): Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.

2 - Caixa Econômica Federal (Rua Barata Ribeiro, 222, Copacabana): Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Boletos não são autenticados no próprio documento.

3 - Banco Safra (Rua Visconde de Pirajá 240, Ipanema): Ausências de assento preferencial, de bebedouro, do certificado do Corpo de Bombeiros e de cartaz informando escala dos funcionários. Não aceita todas as contas públicas.

4 - Banco do Brasil (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1.274, Copacabana): Não autentica eletronicamente os boletos no próprio documento. Tempo de espera de 37 minutos no atendimento. O banco não recebe em seus caixas presenciais contas de consumo público.

5 - Bradesco (Rua Visconde de Pirajá, 216, Ipanema): Não recebimento de todas as contas de consumo publico. Ausência de guarda volume com chave (abertura com cartão magnético). Não autentica eletronicamente os boletos de cobrança.

6 - Bradesco (Rua Dias da Cruz, 35, Méier): Não autentica o pagamento no próprio documento e não efetua pagamento de contas públicas no caixa pessoal.

7 - Banco do Brasil (Rua Dias da Cruz, 40, Méier): Não aceita pagamento de contas públicas. Não autentica boletos no próprio documento. Tempo de espera de fila superior ao determinado pela legislação. Ausências do certificado do Corpo de Bombeiros e do alvará de funcionamento.

8 - Itaú (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 1.145, Copacabana): Ausências de guarda volume, de caixa eletrônico adaptado para portadores de deficiência e do número mínimo de assentos prioritários exigido por lei. Não autentica eletronicamente os boletos de cobrança e não recebe contas de consumo público.

9 - Santander (Rua Visconde de Pirajá, 168, Ipanema): Não aceita todas as contas públicas. Tempo de espera na fila ultrapassou o limite legal. A senha do caixa preferencial não informa data e hora corretas. Os boletos de cobrança não são autenticados no mesmo documento. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.

10 - Itaú (Rua Visconde de Pirajá, 66, Ipanema): O tempo de espera na fila ultrapassou o limite legal. Não recebe contas de consumo público. O guarda volumes tem abertura com cartão magnético. Os documentos não são autenticados eletronicamente.

11 - Itaú Personnalité (Rua Dias da Cruz, 444, Méier): Atendimento prioritário realizado no segundo andar. Restrição de recebimento de contas de consumo no caixa presencial. Ausências de caixa eletrônico adaptado, de 15 assentos prioritários, de cartaz com a escala de trabalho dos caixas, de caixa convencional no andar térreo e do Livro de Reclamações.

12 - Caixa Econômica Federal (Rua Dias da Cruz, 535, Méier): Tempo de fila superior ao determinado pela legislação.

13 - Santander (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 661, Copacabana): Ausências do certificado do Corpo de Bombeiros e do cartaz informando a escala de trabalho dos funcionários. Não autentica eletronicamente os boletos de cobrança. Não recebe contas de consumo público.

14 - Itaú (Rua Dias da Cruz, 215, Méier): Ausência de caixa eletrônico adaptado. Restrição de recebimento de contas de consumo. Autenticação não realizada no documento.

15 - Bradesco (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 817, Copacabana): Não autentica eletronicamente os boletos de cobrança. Não recebe contas de consumo público.
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil