Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE GOVERNO
Para DENÚNCIAS e ORIENTAÇÕES ligue para 151 e o horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.

EDUCAÇÃO
PARA O CONSUMO

Saiba o que determina o Código de Defesa do Consumidor e aprenda a usar os seus direitos.
ENTENDA MAIS

Veja como o PROCON orienta de maneira simples e clara o consumidor, antes de realizar as compras ou adquirir serviços.
VER DICAS

Conheça o Código de Defesa do Consumidor (Português, English, Español).
MAIS INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS

Procon Estadual descarta cerca de 45kg de produtos impróprios na Ilha do Governador

14.11.2017 - 09:45
site_1510659727.21.jpg

O Procon Estadual realizou nesta segunda-feira (13/11) uma nova ação da Operação Mem de Sá, que tem como foco a vistoria de estabelecimentos localizados em bairros da Ilha do Governador. Desta vez foram fiscalizados cinco estabelecimentos, dos quais três foram autuados. Os fiscais descartaram 44kg e 280g de produtos impróprios para o consumo.

Na Panificação Governador, localizada na Praia da Guanabara, 651, os fiscais encontraram 19kg e 750g de produtos sem o prazo de validade, entre peito de frango e de peru, lombo canadense, queijo bola, linguiça calabresa, queijo bola, blanquet de peru, goiabada, gergelim, geleia, camarão e cobertura para panificação. Também foram descartados 6kg e 200g de produtos vencidos, entre frutas secas, manteiga e recheio de maracujá. Além disso, a fiscalização encontrou uma lixeira sem tampa e sem pedal para abri-la na área da cozinha. Não foi apresentado aos fiscais os certificados de aprovação do Corpo de Bombeiros e de potabilidade da água.

Já no Restaurante Rei do Bacalhau, na Praia da Bica, 263, Jardim Guanabara, os fiscais encontraram na câmera frigorífica fios elétricos e placas de alumínio soltas, colocando os trabalhadores e clientes em risco. O corredor da cozinha não tinha tela de proteção, permitindo o acesso de insetos e poeira, e havia alimentos estavam mal armazenados em local sem higiene. O local também tinha uma lixeira sem tampa e sem pedal para abri-la na área da cozinha. O estabelecimento recebeu um prazo de 20 dias para sanar essas irregularidades, sob pena de interdição.

Na Padaria do Anibal (Rua Ituá, 1.911, lojas A e B, Jardim Guanabara) os fiscais encontraram 16kg e 400g de produtos que não apresentavam o prazo de validade. Entre eles havia manteiga, frios diversos, creme de chocolate, leite condensado, geleia de morango, doce de leite e figo em calda. Também foram encontrados 1kg e 930g de produtos vencidos, entre bomba de chocolate e recheio de brigadeiro. A fiscalização interditou um botijão de gás na área de preparo de alimentos, que lá havia sem que o estabelecimento apresentasse autorização para o seu uso. O estabelecimento recebeu um prazo de 24h para apresentar o laudo de exigência para o uso de gás e o certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros. Além disso, o certificado de potabilidade da água estava vencido, uma lixeira estava com seu pedal quebrado, havia fiação elétrica exposta e o telhado não tinha proteção para evitar a entrada de insetos e poeira. O estabelecimento recebeu um prazo de 20 dias para sanar estas irregularidades, sob pena de interdição.

Não foram encontradas irregularidades no Restaurante Graça da Vila (Estrada do Galeão, 1.700) e na Churrascaria Mocellin (Estrada do Galeão, 5.285).
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil