Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE GOVERNO
Para DENÚNCIAS e ORIENTAÇÕES ligue para 151 e o horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.

EDUCAÇÃO
PARA O CONSUMO

Saiba o que determina o Código de Defesa do Consumidor e aprenda a usar os seus direitos.
ENTENDA MAIS

Veja como o PROCON orienta de maneira simples e clara o consumidor, antes de realizar as compras ou adquirir serviços.
VER DICAS

Conheça o Código de Defesa do Consumidor (Português, English, Español).
MAIS INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS

Procon-RJ autua hotéis e restaurantes na Zona Sul do Rio

28.12.2018 - 12:52
20181227_095942a_1546008414.53.jpg

O Procon-RJ realizou nestas quarta e quinta-feira (26 e 27/12) as ações da Operação Feliz Ano Velho de 2018. Na quarta os fiscais vistoriaram restaurantes conceituados e na quinta foi a vez de hotéis de quatro e cinco estrelas. Todos os estabelecimentos ficavam na Zona sul. Dos nove restaurantes fiscalizados, quatro foram autuados e dos seis hotéis, quatro apresentaram problemas.

No Hotel Fasano (Rua Joaquim Nabuco, 276, Ipanema), os fiscais encontram a piscina sendo usada por hóspedes sem a presença de um guardião de piscina, o que é obrigatório por Lei. Funcionários do hotel apresentaram a escala dos guardiões e aquele que deveria estar vigiando os usuários da piscina naquele horário ainda não havia chegado. Sem a presença dele a piscina não deveria estar aberta para uso. No restaurante do hotel, o Fasano Al Mare, os ficais encontraram problemas estruturais: a borracha de vedação da porta da câmara de hortifrúti e congelados estava solta e havia uma lixeira com defeito no pedal na área de pré-preparo de alimentos.

No restaurante oriental Togu (Rua dias Ferreira, 90 B, Leblon), a fiscalização descartou 2kg de filé mignon e 500g de camarão que foram fracionados de sua embalagem original sem apresentar a data em que foram manipulados e sua nova data de validade. Também havia 500ml de molho balsâmico, 200g de arroz cozido e 140g de massa de pastel com validade expirada. Não foi apresentado aos fiscais o Livro de Reclamações do estabelecimento. O Sheraton Grande Rio foi autuado por não disponibilizar preservativos para seus hóspedes, o que é obrigatório por Lei, e por não apresentar tabela de preços em local visível para o consumidor.

Já no Restaurante Skylab, nas dependências do Rio Othon Palace (Rua Xavier da Silveira, 07, Copacabana), os fiscais encontraram 4kg de salsichas de aperitivo vencidas e problemas estruturais – na câmara congelada de pescados o piso era rugoso e com buracos na entrada, enquanto na câmara resfriadas de ovos e laticínios a borracha da porta de vedação estava soltando.

Não foram encontrados problemas nos restaurantes Quadrucci (Rua Dias Ferreira, 233, Leblon), Oro (Av. Gen. San Martin, 889 – Leblon), La Finestra (Rua Duvivier, 06, Copacabana) e Cipriani (Avenida Nossa Srª de Copacabana, 327, Copacabana Palace). Os fiscais também não encontraram irregularidades nos hotéis Hilton (Av. Princesa Isabel, 10, Leme) e Sofitel (Av. Viera Souto, 460, Ipanema).

Balanço da Operação Feliz Ano Velho

1 – Hotel Fasano (Rua Joaquim Nabuco, 276, Ipanema): ausência de guardião da piscina com a piscina em uso.

2 – Sheraton Grande Rio (Av. Niemeyer, 121, Leblon): preservativos não estavam sendo disponibilizados para os hóspedes. Ausência de tabela de preços visível para o consumidor.

3 – Hotel Arena Ipanema (Rua Francisco Otaviano, 131, Ipanema): geladeira da área de estocagem apresentava ferrugem.

4 – Hotel Arena Copacabana (Rua Paula Freitas, 04, Copacabana): ausência dos cartazes do Disque 151 do Procon-RJ, do Disque 180 de combate à violência contra a mulher, de desestímulo ao turismo sexual, do que informa sobre o Livro de Reclamações e do que informa que crianças só podem se hospedar acompanhadas do responsável.

5 – Fasano Al Mare (Rua Joaquim Nabuco, 276, Ipanema): borracha de vedação da porta da câmara de hortifrúti e congelados estava solta. Lixeira com defeito no pedal na área de pré-preparo de alimentos.

6 – Terraneo Restaurante (Av. Atlântica, 2.600, Hotel JW Marriott, Copacabana): piso quebrado e com rachaduras, além de ralo sifonado quebrado na área de preparo dos alimentos.

7 – Restaurante Togu (Rua dias Ferreira, 90 B, Leblon): 2kg de filé mignon e 500g de camarão fracionados de sua embalagem original sem apresentar a data em que foram manipulados e sua nova data de validade. 500ml de molho balsâmico, 200g de arroz cozido e 140g de massa de pastel com validade expirada. Não foi apresentado aos fiscais o Livro de Reclamações do estabelecimento.

8 – Restaurante Skylab (Rua Xavier da Silveira, 07, Rio Othon Palace, Copacabana): 4kg de salsichas de aperitivo vencidas. Piso era rugoso e com buracos na entrada na câmara congelada de pescados. a borracha da porta de vedação estava soltando na câmara resfriadas de ovos e laticínios.
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil