Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE GOVERNO
Para DENÚNCIAS e ORIENTAÇÕES ligue para 151 e o horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.

EDUCAÇÃO
PARA O CONSUMO

Saiba o que determina o Código de Defesa do Consumidor e aprenda a usar os seus direitos.
ENTENDA MAIS

Veja como o PROCON orienta de maneira simples e clara o consumidor, antes de realizar as compras ou adquirir serviços.
VER DICAS

Conheça o Código de Defesa do Consumidor (Português, English, Español).
MAIS INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS

Novo Presidente do Procon-RJ fala sobre as metas da autarquia

07.01.2019 - 14:35
AE789BAA-5DE1-4A4D-963E-2C5F11FFB586_1546879623.39.jpeg

Seguindo as orientações apresentadas na transição do Governador Wilson Witzel, o novo presidente do Procon Estadual, Cássio da Conceição Coelho, assume a autarquia com metas para os primeiros 100 dias de sua gestão. Bacharel em Direito desde 1990, servidor do quadro efetivo do Tribunal de Justiça do Estado, Cássio já trabalhou no Departamento de Polícia Técnica e Científica e atuou como Oficial da Corregedoria Geral da Justiça, Analista Especializado em Execução na Vara da Dívida Ativa do Estado, Secretário Municipal da Guarda e de Controle do Trânsito de Paraty, Assessor do Órgão Julgador das Câmaras Criminais e Cíveis e, nos últimos anos, como Assessor do Presidente da 12ª Câmara Cível. Cássio Coelho tem outros objetivos, além das diretrizes prioritárias definidas durante o período de transição, para tornar o Procon-RJ mais eficiente.

Entre as metas para o Procon Estadual apresentadas pelo Plano de Diretrizes Prioritárias do Governo do Estado está a ampliação em 10% do número de atendimentos e aumentar o número de soluções de conflitos, reduzindo o quantitativo de processos administrativos. “O foco da nova gestão será a conciliação. A presença de representantes de empresas com mais reclamações em nosso posto de atendimento agiliza a solução dos problemas através da conciliação e quero melhorar isso ainda mais”, disse Cássio Coelho. “Para isso, serão realizados convênios com novas empresas, vamos ampliar os que já existem e retomar parcerias firmadas anteriormente”, afirma o presidente.

Também deverá ser ampliado o convênio com faculdades e municípios. “Começamos a negociar com representantes de cidades que ainda não tem procons municipais, realizaremos mutirões de atendimento e estou conversando com nosso secretário de Governo e Relações Institucionais, Gutemberg Fonseca, para ver a possibilidade de trazer estagiários de direito – o Procon é uma escola para aqueles que forem trabalhar com direito do consumidor –, além de profissionais de biomedicina, nutrição e etc. Queremos qualificar ainda mais nossa fiscalização de estabelecimentos que lidam com alimentos”, enumerou Cássio.

Indo além das diretrizes, Cássio pretende fazer com que o aplicativo da autarquia, o “Meu Procon-RJ”, volte com carga total. “O aplicativo deixou de funcionar por questões administrativas, mas vamos retomá-lo. Ele é mais eficiente que o Livro de Reclamações”. Ele também pretende trazer de volta funcionários concursados do Procon que estão cedidos a outros órgãos. “Com estes funcionários aqui, podemos aumentar o número de estabelecimentos vistoriados por operação”, explicou.

Orientação e cursos para consumidores e empresas também estão em seus planos. “Teremos uma nova conduta nas fiscalizações. Os fiscais vão orientar as empresas sobre que cuidados e procedimentos devem adotar para não incorrer nos mesmos erros. Uma das missões do Procon é educar o consumidor. Para isso vamos produzir vídeos com dicas e explicações sobre o Código de Defesa do Consumidor”, esclareceu o Presidente Cássio Coelho.

Também está entre as metas a redução de 30% dos gastos estabelecida para quase todas as secretarias estaduais. “Vamos renegociar os contratos do Procon-RJ, como os de aluguel. Já tivemos uma redução de cargos comissionados, mas ela pode ser ainda maior”, concluiu.
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil