Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE GOVERNO
Para DENÚNCIAS e ORIENTAÇÕES ligue para 151 e o horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.

EDUCAÇÃO
PARA O CONSUMO

Saiba o que determina o Código de Defesa do Consumidor e aprenda a usar os seus direitos.
ENTENDA MAIS

Veja como o PROCON orienta de maneira simples e clara o consumidor, antes de realizar as compras ou adquirir serviços.
VER DICAS

Conheça o Código de Defesa do Consumidor (Português, English, Español).
MAIS INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS

Procon Estadual autua quatro supermercados em São Gonçalo

29.11.2017 - 16:55
site_1511981380.43.jpg

Foram autuados todos os quatro supermercados fiscalizados nesta quarta-feira (29/11) pelo Procon Estadual em São Gonçalo, em uma nova etapa da Operação Secos e Molhados. Em apenas um deles os fiscais encontraram alimentos impróprios para o consumo: a filial do Extra da Avenida Presidente Kennedy, 429, Centro.

Nesse estabelecimento foram descartados 281kg de produtos, entre linguiça, bacalhau, carne seca e outros artigos vencidos ou sem informação do prazo de validade, além de 15kg de frango em embalagens violadas e descongeladas. Parte do bacalhau descartado também estava sem embalagem de proteção.

Nos supermercados Intercontinental (Rua Doutor Alfredo Backer, 31, Alcântara) e Extra (Rua Feliciano Sodré, 183, Centro), as caixas preferenciais para cadeirantes não tinham o espaço mínimo de 90cm determinado pela Lei Estadual 2.300/1994. No primeiro estabelecimento, o espaço era de 63cm e no segundo, 79cm.

Já a filial do Guanabara da Avenida Jornalista Roberto Marinho, 221, Mutondo, foi autuada por ter pisos quebrados em uma das câmaras frigoríficas.

 

Balanço da Operação Secos e Molhados:

1 - Supermercado Intercontinental (Rua Doutor Alfredo Backer, 31, Alcântara): Caixa preferencial em desacordo com a legislação, com apenas 63cm de espaço para a passagem de cadeirantes. Ausência do cartaz informando a proibição da venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos.

2 - Supermercado Guanabara (Avenida Jornalista Roberto Marinho, 221, Mutondo): Pisos quebrados em uma das câmaras frigoríficas.

3 - Extra (Rua Feliciano Sodré, 183, Centro): Ausência do certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros. Caixa preferencial com 79cm de largura, em desacordo com legislação.

4 - Extra (Avenida Presidente Kennedy, 429, Centro): Ausência do certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros (só havia o laudo de exigência).Produtos sem especificação da validade: 39kg de linguiça, 25kg de linguiça calabresa, 1kg de pé de porco, 13kg de garganta de porco e 83kg de bacalhau, este último sem embalagem de proteção. Produtos vencidos: 28kg de linguiça, 19kg linguiça portuguesa, 49kg de bacalhau e 9kg de carne seca. 15kg de frango em embalagens violadas e descongeladas.
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil