Governo do Estado do Rio de Janeiro
SECRETARIA DE GOVERNO
Para DENÚNCIAS e ORIENTAÇÕES ligue para 151 e o horário de funcionamento é de segunda à sexta de 07:00 às 19:00.

EDUCAÇÃO
PARA O CONSUMO

Saiba o que determina o Código de Defesa do Consumidor e aprenda a usar os seus direitos.
ENTENDA MAIS

Veja como o PROCON orienta de maneira simples e clara o consumidor, antes de realizar as compras ou adquirir serviços.
VER DICAS

Conheça o Código de Defesa do Consumidor (Português, English, Español).
MAIS INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS

Procon Estadual dá dicas para compras de brinquedos para o Dia das Crianças

04.10.2019 - 18:06
2316429_site_1570223205.02.jpg

Com a proximidade do Dia das Crianças, o Procon Estadual do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento, dá algumas dicas para os pais e responsáveis sobre cuidados que devem ser tomados quando forem comprar algo que costuma estar entre os maiores desejos delas: brinquedos.

A primeira coisa que deve ser procurada no brinquedo que se quer comprar é se ele tem o selo de certificação do Inmetro. Este selo é a garantia de que aquele produto foi avaliado e apresenta as condições mínimas de segurança para o seu uso. O selo deve estar presente mesmo nos produtos importados.

Outro fator muito importante é a faixa etária para a qual aquele brinquedo é indicado pelo fabricante. Brinquedos recomendados para crianças mais velhas, por exemplo, podem conter peças pequenas que se soltam e podem ser perigosas para crianças mais novas. Outro caso é o de alguns brinquedos para crianças mais velhas que podem ter elementos tóxicos em suas composições, como massa de modelar e slime, e por isso não devem ser levados a boca – um ato absolutamente natural em crianças muito novas. Este cuidado deve ser redobrado se a criança que ganha o brinquedo convive com outras de faixa etária diferente em sua casa.

Crianças adoram abrir as embalagens dos brinquedos que recebem. É preciso estar atento se estas embalagens possuem grampos ou presilhas que possam machucar os pequenos. Antes de permitir que a criança use o brinquedo, os pais ou responsáveis devem também ler com atenção as suas instruções de uso, para verificar a forma adequada de utilizá-lo e se há algum tipo de restrição. Também deve se verificar a composição do brinquedo para saber se ele contém algum material do qual a criança seja alérgica.

Se o consumidor sabe de antemão qual o brinquedo vai comprar, vale verificar se existe algum recall da fabricante para aquele produto. O recall é uma convocação feita pelo fabricante para o reparo de lotes de produtos que possam estar com defeito de fabricação. O consumidor pode verificar se existe um recall para o brinquedo que quer comprar através do sitehttp://portal.mj.gov.br/recall. Outra facilidade para quem sabe com antecedência que produto vai comprar é a possibilidade de pesquisa de preço.

No caso de compras realizadas pela internet, os pais ou responsáveis devem ter cuidados especiais. É preciso certificar-se de que os sites em que forem pesquisar possuem o nome e o CNPJ da empresa e informações necessárias para fazer contato, além de oferecem algum sistema de segurança no ato de compra. Além disso, atenção aos valores oferecidos pelos produtos ofertados. Preços muito abaixo da concorrência devem ser vistos com desconfiança. E atenção as especificações do produto que você quer comprar. Como você não tem o produto em mãos, as especificações permitem que você saiba qual é o seu tamanho ou que elementos compõem a sua textura, por exemplo.
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados
Esta obra é licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuio 2.0 Brasil